Vitória - 0 Benfica - 2

Foto site oficial Vitória

Equipa: Nilson, Alex, Sereno, Moreno, Milhazes, Flávio Meireles (João Alves 70’), Custódio (Targino 46’), Desmarets (Jorge Gonçalves 58’), Rui Miguel (Roberto 58’), Nuno Assis e Douglas.

Derrota no jogo decisivo para definir o vencedor do Troféu Cidade de Guimarães.
Cerca de 18720 espectadores (6 mil Benfiquistas) assistiram à derrota do Vitória num jogo de fraca produção ofensiva e em que a defesa voltou a "meter água" por parte Vitoriana.

O Benfica entrou melhor e “dominou” o jogo, mas foi do Vitória a primeira oportunidade digna de realçar. Um livre concretizado de forma rápida onde a bola chega a Custódio que remata para defesa de Moreira. No minuto 17’ os erros defensivos voltaram. Moreira bate longo , a bola bate no relvado e os centrais Vitorianos ficaram a ver a bola passar, Fábio Coentrão isola-se e remata para defesa de Nilson na recarga Weldon falha redondamente um golo considerado “fácil”. No minuto 30’ voltamos a ver Luisão a fazer o que tem habituado os Portugueses, “dar cacete e armar-se no maior”. Estranho foi que levou amarelo (só!) e Milhazes que nada fez também foi admoestado. Ao minuto 39’ aconteceu o que se previa golo do Benfica por intermédio de Weldon a passe de Urreta. O avançado Brasileiro só teve de encostar. Até ao intervalo nada mais a realçar.

No inicio da 2ª parte parecia que o rumo do jogo iria mudar, mas enganou-se quem assim pensou. Logo no inicio Flávio Meireles recupera a bola e remata para a defesa de Moreira. O jogo ia decorrendo com o Benfica a dominar o encontro e Yebda estava muito agressivo. Deveria ter sido expulso. O Benfica por volta do minuto 64’ voltou a marcar desta vez por intermédio de Rúben Amorim a passe de Saviola. A defesa vitoriana ficou muito mal na jogada, onde Milhazes mete Saviola em jogo. A partir deste momento o Vitória foi dominado e foi sempre o Benfica à procura de mais golos que foram sendo negados pelo guardião Nilson . De realçar ainda que a primeira oportunidade de golo Vimaranense ocorreu apenas no minuto 80’ num lance que Targino dribla o oponente cruza para Roberto que de forma acrobática remata ao lado. O Benfica venceu com justiça o encontro

Nota-se que o Vitória necessita ainda de se reforçar com um ou dois jogadores para o lado ofensivo esquerdo e para a defensiva.

Aspectos Positivos:
Adeptos – Continuamos magníficos mesmo em época de férias, muitos compareceram e apoiaram o Vitória.
Targino – Podem chamar-lhe trapalhão. Mas agita o jogo Vitoriano, quando a bola chega aos seus pés o jogo ganhava velocidade. Melhorando certos aspectos técnico / tácticos poderá facilmente afirmar-se nesta temporada.

Aspectos Negativos:
Nelo Vingada – Não se percebe como não se da uma hipótese a Santana. Um jogador nunca estará pronto para jogar uma época onde só joga 5 minutos por jogo. O que hoje não aconteceu. Ninguém sabe ainda o real valor do Angolano.

3 Comentários:

Joao disse...

6 mil benfiquistas???
se a bancada norte leva 7 a 8 mil pessoas...e estava completamente cheia, ou melhor a abarrotar...e depois ainda teve-se que abrir a bancada poente aos adeptos do benfica...
acho melhor rever essas contas...

Mundo Vimaranense disse...

Caro João,
A bancada não leva 7 mil pessoas, e garanto-lhe que são informações correctas
Cumprimentos

Joao disse...

e eu garanto-lhe(fonte bem segura) que no minimo dos minimos eram 8 a 9 mil benfiquistas presentes no afonso henriques...
o lamentavel foi o q se passou apos o final do jogo, c agressoes vergonhosas a mulheres e frianças afectas ao benfica junto ao triagulo...mais do mesmo aqui em guimaraes

Enviar um comentário